Carrinho

Chiado nas rodas, o que fazer para se livrar desse ruído infernal?

Chiado-nas-rodas-o-que-fazer-para-se-livrar-desse-ruído-infernal

Você provavelmente já deve ter passado, ou um dia vai passar por um problema como este o chiado nas rodas, mas a partir de hoje vai entender o motivo. Afinal, quais as técnicas utilizadas no dia a dia, o que fazer e o que não fazer para resolver este problema.

 

Você encontra neste artigo:

1# Quando o chiado nas rodas surge ao realizar frenagem
2# E quando discos e pastilhas são substituídos e surge o chiado nas rodas…
3# Soluções encontradas em oficinas
4# Soluções encontradas no mercado
5# Por que os fabricantes não incluem estas soluções nas pastilhas?
6# Quando o chiado nas rodas surge sem realizar frenagem, em alguns momentos o chiado aumenta conforme ganho de velocidade do veículo

 

Primero temos que entender o momento da falha:

1# Quando o chiado nas rodas surge ao realizar frenagem

 

Chiado nas rodas, o que fazer para se livrar desse ruído infernal?Quando isto ocorre sem a substituição de itens de freio pode ser indício que o material de atrito acabou e que a placa suporte da pastilha está em contato com o disco de freio, neste caso a solução é a substituição do jogo de pastilhas e verificação do estado dos discos.

Indicador de desgaste em contato com discos de freio, significa que as pastilhas devem ser trocadas imediatamente.

É possível que as pastilhas estejam vitrificadas, ou seja o material de atrito apresenta aspecto polido e duro e reflete raios de luz, parecendo um espelho. Pois esta situação também exige a substituição do jogo, pois além de gerar ruídos afeta a eficiência nas frenagens.

 

substituição da pastilhaQuando é realizado apenas a substituição das pastilhas de freio e o chiado nas rodas surge é possível que os discos estejam com ranhuras ou quinas que podem além de acelerar o desgaste da pastilha podem provocar o chiado, neste caso deve verificar se os discos podem sofrer retífica analisando a espessura limite para utilização gravada na peça, mas se ultrapassar o limite mínimo os discos devem ser substituídos.

 

2# E quando Discos e pastilhas são substituídos e surge o chiado nas rodas…

 

Alguns profissionais condenam de cara a pastilha informando ser de péssima qualidade ou que está dura, mas analisando uma pesquisa na internet percebemos que estas reclamações estão em quase todas as fabricantes de pastilhas, isso tanto em primeira linha quanto nas demais.

Analisando as reclamações entendemos que a qualidade da pastilha pode influenciar na questão do chiado e até no funcionamento em geral do sistema de freio, mas o bom funcionamento e durabilidade também vai depender da manutenção e da utilização correta do freio.

 

3# Soluções encontradas em oficinas

 

– Remoção das quinas das pastilhas: muito realizada em oficinas, mas os fabricantes não aconselham, além de reduzir a vida útil pode diminuir a eficiência de frenagem. Contudo é um procedimento que nem sempre resolve e pode acarretar em perda de garantia.

– Pintar a traseira da placa suporte da pastilha: outro recurso bastante procurado em oficinas, dependendo do tipo de tinta até pode resolver, mas por curto prazo de tempo. Contudo muitas não resistem altas temperaturas durante frenagem.

– Utilizar silicone na traseira da placa suporte: procedimento similar ao da tinta, mas não resiste altas temperaturas e água, o chiado volta com tempo.

 

4# Soluções encontradas no mercado:

 

Placa para remover ruído– Algumas fabricantes e a maioria das montadoras adotaram a placa para remover ruído, uma pequena peça de metal instalada na traseira da placa suporte.

– Pastilhas com chanfro nas quinas: é daí que as oficinas tiveram a ideia de remover as quinas na tentativa de remover o ruído.

– Pastilhas com ranhura: melhora o arrefecimento e frequências de vibração durante frenagens.               Pastilha com ranhura

Tinta para remover ruído– Tinta específica para remover ruído: chamado “Anti-chios” é uma tinta específica para ser aplicada na parte traseira da placa suporte.

Lubrificante sintético– Lubrificante sintético ou a base de cobre para sistema de freios: uma graxa especial que é resistente a altas temperaturas e água, este componente é comercializado no mercado e alguns kits de pastilha para modelos premium.

Para um correto funcionamento os profissionais aconselham aplicar na traseira da placa suporte e pontos de contato entre pinça e pastilha e jamais aplicar entre pastilha e disco.

Este lubrificante é uma das soluções a longo prazo, em alguns casos não foi necessário a manutenção do lubrificante até a substituição da pastilha.

 

5# Por que os fabricantes não incluem estas soluções nas pastilhas?

 

Entendemos que seja por dois motivos, ou para reduzir custos na comercialização ou por entender que é um insumo para oficina.

 

6# Quando o chiado nas rodas surge sem realizar frenagem, em alguns momentos o chiado aumenta conforme ganho de velocidade do veículo

 

Chiado nas rodas, o que fazer para se livrar desse ruído infernal?– Espelho de roda com empeno e tocando no disco, neste caso deve desempenar ou substituir este item;

– Folga axial do rolamento de roda, neste caso a substituição do rolamento deve ser imediata;

 

Pino guia da pinça

– Pino guia da pinça de freio sem lubrificação evitando o total deslocamento da pinça, além de causar ruído pode causar desgaste prematuro e desequilibrado das pastilhas, contudo a solução é a limpeza com lubrificação dos pinos ou a substituição.

 

Hoje o profissional ou proprietário pode contar com a consultoria da CJrAuto através do nosso site, blog, manuais, procedimentos e nossos vídeos no Youtube ou através de nosso SAC.

 

Veja também:

LIFAN X60 – Motor falhando, falha no sensor de oxigênio Pós-Catalisador?
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat